Tutorial: Como clonar um HD?

Eu comecei a fazer esse tutorial para ajudar o meu pai, que quer transferir o sistema de um HD antigo a um novo sem ter que instalar tudo novamente. Um procedimento relativamente simples, mas como imagino que muita gente não tenha certeza de como realizá-lo, resolvi publicar aqui como referência.

A ideia é, basicamente, transferir o sistema já instalado de um HD a outro, de forma transparente ao sistema em si (o Windows não irá “perceber” que mudou de casa). Para isso uma das formas mais simples é utilizando o Easeus Partition Master, um excelente gerenciador de partições gratuito e que consegue clonar discos facilmente e sem erros.

Para simplificar a captura das telas, eu fiz toda a operação dentro de uma máquina virtual rodando Windows XP, mas independente do sistema utilizado (XP, Vista ou Seven) o procedimento é o mesmo. Não tenho experiência com Linux ou MacOS, então não posso garantir que seja aplicável, mas teoricamente a cópia independe do conteúdo (porém, nesse caso, como o Easeus só roda em Windows, será necessário colocar os 3 discos na mesma máquina… o sistema hospedeiro, o disco de origem e o disco de destino…).

Bom, feitos os alertas iniciais, creio que já podemos começar:

Instale o HD de destino na máquina, inicie o sistema e instale o Easeus Partition Master, que pode ser encontrado em http://www.easeus.com/download.htm

Uma vez instalado, abra o programa e você verá a seguinte tela:

Se o “Disk 2” não estiver presente, embora já esteja fisicamente instalado, será necessário “inicializá-lo”. Para isso, abra o gerenciador de discos; o caminho mais fácil é abrir a janela “executar” (segurando a tecla Windows e apertando a tecla R) e digitar DISKMGMT.MSC (pode ser em minúsculas).

Logo que o Gerenciador de discos for aberto deve saltar esse assistente para inicializar discos, clique em avançar, quando perguntado por qual disco deve ser inicializado, um “disco 0” já deve estar selecionado; clique em avançar de novo. Se perguntado se deseja converter um disco em “disco dinâmico”, não marque nenhum disco, apenas clique em avançar e depois em concluir.

Não é necessário criar nenhuma partição agora, pois o Easeus teria que apagá-la daqui a pouco.

Feito isso, voltando ao Easeus, agora ambos discos devem estar presentes. Então clique na barra título do primeiro disco (onde diz Disk 1) com o botão direito e escolha Copy, assim iremos copiar o disco todo, e não apenas uma de suas partições, o que incluem as informações de inicialização (importante já que estamos copiando um sistema operacional inteiro e não apenas os seus arquivos).

O programa então irá rodar o checkdisk para verificar se a unidade está funcionando normalmente ou se há alguma referência inválida na estrutura de arquivos, quando terminar, clique em next.

Finalmente é hora de escolher o disco de destino, que provavelmente será o Disk 2 (a menos que haja outros HDs na máquina). O HD de destino pode ser menor que o de origem, desde que o espaço utilizado no HD de origem seja igual ou menor ao espaço total do HD de destino.

Por exemplo, você pode clonar um HD de 1TB para um SSD de 64GB, desde que o espaço utilizado no HD de 1TB seja inferior a 64GB.

Lembrando que como estamos clonando um HD inteiro, devemos levar em conta o espaço utilizado em todas as partições do disco. Se você tem mais partições no HD de origem e o espaço utilizado por todas elas supera o espaço disponível no disco de destino, é possível clonar apenas uma partição do disco de origem, porém o procedimento é mais complexo, pois clonando apenas uma partição o sistema operacional pode não conseguir iniciar, então será necessário apelar para o disco de instalação do Windows e mandar “reparar” a inicialização, o que nem sempre funciona…

Enfim, depois de selecionar o disco de destino e clicar em Next. Você poderá redimensionar as partições no disco de destino. Se as partições não estiverem alocadas para ocupar todo o disco, redimensione-as puxando suas laterais até que não haja nenhum espaço não alocado, ou até que tenham o tamanho que você desejar. Feito isso, clique em next.

As instruções do Easeus são para retirar o disco de origem do sistema depois que a cópia for concluída e se o sistema não iniciar, ligar o HD de destino na porta antes ocupada pelo HD de origem. Se mesmo assim não funcionar e agora nem o sistema do HD de origem iniciar mais, experimente retirar o disco de destino.

Veremos mais sobre isso adiante. Por enquanto clique em Finish.

Voltamos à tela inicial do Easeus, já mostrando como ficarão os discos quando o processo for concluído. Você pode redimensionar as partições novamente, se desejar, ou mesmo apagar as que não quiser mais e criar outras. Quando tudo estiver como desejado, clique em Apply. O Easeus avisará que será necessário reiniciar o PC para aplicar as alterações, confirme.

Durante a reinicialização do sistema, surgirá esse aviso de que o Easeus começará sua operação. NÃO TOQUE NENHUMA TECLA, APENAS ESPERE. Ele então começará a cópia dos dados. Isso pode demorar desde alguns minutos até várias horas, dependendo da quantidade de informações a serem copiadas e da velocidade dos discos. Não será necessária nenhuma intervenção durante o processo, então basta esperar. Quando a cópia terminar, o sistema será reiniciado.

Durante a inicialização surgirá um último aviso dizendo que o processo foi concluído e finalmente o sistema entrará no Windows novamente, ainda inicializando pelo disco de origem. Agora você pode desligar o sistema normalmente e remover o disco de origem.

Deixe apenas o disco de destino na máquina, ligue e pronto! O sistema deve iniciar normalmente já pelo disco novo.

Se isso não acontecer, o Windows apresentar algum erro ou uma tela azul durante a inicialização. Será necessário apelar para o CD de Instalação do Windows e escolher a opção “Reparar”. O procedimento deve ser automático, o programa de instalação deve verificar o sistema já instalado e alertar que há erros e que eles serão corrigidos automaticamente.

Em último caso, se ele não conseguir reparar a inicialização, pelo menos os dados no HD de origem estão a salvo, basta colocá-lo de volta na máquina e o sistema deve iniciar normalmente. Se isso não acontecer, remova o HD de destino da máquina, ou revise sua ordem de inicialização no setup da placa mãe, para se certificar de que o primeiro seja o HD de origem.

 

O que acharam?

Para comentários, dúvidas, ou discutir sobre o assunto, podem usar o sistema de comentário do Blog (logo abaixo) ou seu respectivo tópico em nosso fórum.

22 Thoughts on “Tutorial: Como clonar um HD?

  1. Grande Alexandre!

    Realizei esse procedimento no sábado, pena que só vi seu tutorial depois. Mas foi bem parecido, a diferença foi o software, usei esse: http://www.partitionwizard.com/free-partition-manager.html.

    De 500GB pra 1TB, duas partições que foram redimensionadas proporcionalmente. Com cerca de 400GBs ocupados, o procedimento levou pouco mais de 1h20min. O único problema no redimensionamento proporcional foi que aqueles 100mb que o Windows cria foram pra quase 200mb, mas não deve fazer falta… ;D

    O tutorial é totalmente excelente! Teria me poupado algumas pesquisas… hehehee

    abração!

  2. Pra Mac, o ‘jeito fácil’ é tirar o HD antigo, instalar o macOS no HD novo, colocar o HD antigo em uma gaiolinha USB, e quando o OS pedir, você espeta e aponta o HD antigo para o mac restaurar tudo do HD antigo para o HD novo – com e-mails, programas, setups, tudinho. Então trocar de HD no mac é mais fácil, rs.
    No PC, já há algum tempo, eu uso o utilitário da Western Digital que eles dão para clonar o HD.

  3. Otimo tutor, agora eu saio de vez do ghost, com boot por disquete. rsrsrsrsrs.

  4. Tive de fazer a transferência, de um conjunto RAID antigo para outro, novo, deixando o primeiro para dados. Baixei o programa e deu certíssimo!

    Claro que a versão é outra e algumas poucas telas mudaram o design; O software continua fazendo bem o seu trabalho! Obrigado por compartilhar!

  5. ambastos on 30 de March de 2012 at 15:09 said:

    Muito bom o tutorial, objetivo e simples, gostei mais desse programa do que o HD clone, pois não consegui através desse último clonar uma partição que não fosse virtualizada ou sendo o próprio HD do sistema. Nem utilizar o boot pelo CD o que nesse software Easeus funcionou perfeitamente, já que ele mesmo entra no boot e faz a troca dos HDs/partições automaticamente!

  6. Valeu Alexandre, ótima iniciativa

    vai aqui uma dica, pois não consegui extender o espaço não alocado do novo HD, usei esse procedimento da ajuda do windows

    Para estender um volume básico
    Abra o Prompt de comando.
    Digite:
    diskpart
    No prompt DISKPART, digite:
    list volume
    Anote o número do volume básico que você deseja estender.
    No prompt DISKPART, digite:
    select volume n
    Seleciona o volume básico, n, que você deseja estender no espaço vazio contíguo do mesmo disco.
    No prompt DISKPART, digite:
    extend [size=n]
    Estende o volume selecionado em size=n megabytes (MB).

    Valor Descrição
    list volume Exibe uma lista de volumes básicos e dinâmicos em todos os discos.
    select volume Seleciona o volume especificado, onde n é o número do volume, e desloca o foco para ele. Se nenhum volume for especificado, o comando select listará o volume atual com foco. Você pode especificar o volume por número, letra de unidade ou caminho de ponto de montagem. Em um disco básico, a seleção de um volume também fornece o foco de partição correspondente.
    extend Estende o volume com foco para o próximo espaço não alocado contíguo. Nos volumes básicos, o espaço não alocado deve estar no mesmo disco e deve seguir (ter um deslocamento de setor maior que) a partição com foco. Um volume dinâmico simples ou estendido pode ser estendido para qualquer espaço vazio de qualquer disco dinâmico. Com este comando, você pode estender um volume existente para o espaço recém-criado.
    Se a partição foi previamente formatada com o sistema de arquivos NTFS, este será automaticamente estendido para ocupar a maior partição. Não ocorrerá nenhuma perda de dados. Se a partição foi previamente formatada com qualquer formato de sistema de arquivos que não o NTFS, o comando falhará, sem que seja feita nenhuma alteração na partição.

    Não é possível estender as partições de sistema ou de inicialização atuais.

    size=n A quantidade de espaço, em megabytes (MB), a ser adicionada à partição atual. Se você não especificar um tamanho, o disco será estendido para ocupar totalmente o próximo espaço não alocado contíguo.
    Observações
    Para abrir um Prompt de comando, clique em Iniciar, aponte para Todos os programas, para Acessórios e clique em Prompt de comando.
    Você precisa fazer logon como administrador ou como membro do grupo Administradores para concluir este procedimento. Se o seu computador estiver conectado a uma rede, as configurações da diretiva de rede também poderão impedi-lo de concluir o procedimento.
    Para estender um volume básico, ele deve ser formatado com o sistema de arquivos NTFS.
    Você só pode estender um volume básico dentro do mesmo disco.
    Você só pode estender um volume básico se ele for seguido de um espaço não alocado contíguo.
    Para obter mais informações sobre o DiskPart, clique em Tópicos relacionados.

  7. carlos on 11 de May de 2012 at 20:35 said:

    Obrigado pelo Tutorial, Bom tentei clonar meu hd de 80 em um de 160, tudo ok consequi sem problemas, mas só q quando tiro o de 80 e inicio pelo de 160 q foi clonado ele me apresenta a mensagem de colocar boot ou media pelo floppy, já mudei no setup para dar boot pelo hd, bom oq está acontecendo, alguem poderiA AJUDAR.
    oBRIGADO DESDE JÁ.

    • moises on 15 de July de 2012 at 16:20 said:

      carlos va no setup da maquina, entrando pela inicialização do sistema em algumas maquinas é f5 e veja se a inicialização está pelo seu novo hd.

  8. Eduardo on 29 de June de 2012 at 12:21 said:

    Alexandre, muito bom para clonar o hd inteiro.
    Porém, para clonar apenas uma particao com sistema operacional, recomendo o AOMEI Partition Assistant Home Edition. É gratuito e foi o único entre cerca de 12 aplicativos que testei e conseguiu clonar o hd com windows 7 x64, além de ser bem rápido comparado aos outros. Para isso é só usar a opcao Migrate OS e escolher o disco a ser copiado e o de destino. Bem fácil e intuitivo.

    Abraços

  9. moises on 15 de July de 2012 at 16:16 said:

    ok alexandre, depois posso formatar o hd antigo? para ficar com mais um hd na maquina?

  10. Muito obrigado, ajudou imenso!!! (ainda não esta concluido mas tudo a correr como planeado)

    Parabéns

  11. bom dia gostaria de saber quanto tempo ele leva para clonar um hd de 500 gb para outro com uma unica partição tendo em vista que o hd clone leva mais de 4 horas .

  12. MUITISSIMO OBRIGADO por tudo. Valeu demais o seu trabalho aqui. Sanou minhas duvidas e acabei de deixar o hd novo com o mesmo sistema q ja tava usando antes.

    Meu pai deve ser como o seu, mesma coisa, e quando vi que era feito pra ensinar a pai, nao tive duvidas, era esse mesmo !!!!!

    Valeu demais Alexandre!

  13. Paulo - Londrina on 27 de February de 2013 at 16:09 said:

    Exelente tutorial. Estou pesquisando porque pretendo fazer exatamente isso em breve. Meu HD original de 250 GB começou a ter problemas (a contagem de setores realocados passou do limite e aumenta a cada dia). Perguntas: 1) O fato de ter esses problemas de setores realocados influenciará na qualidade da clonagem ?; 2) Pode-se fazer o mesmo procedimento com o MACRIUM REFLECT ? 3) É só instalar o novo HD no computador como disco E:/, por exemplo, e considerá-lo como HD destino ? Só isso ? Abraço.

    • Bem legal esse MACRIUM, Paulo, não conhecia.
      Acho que sim, o procedimento deve funcionar com ele também.

      Quanto aos setores realocados, na dúvida passe o scandisk (chkdsk) completo antes de fazer a cópia. Uma vez devidamenter realocados, os setores defeituosos não devem afetar a cópia.

  14. Francisco Paolillo on 12 de April de 2013 at 10:06 said:

    Pretendo clonar um hd de 2 tb utilizando esse procedimento. Preciso formatar o hd de destino antes, ou posso pular essa etapa.
    Grato,
    Francisco

  15. Alexandre, e como fazer no caso de notebook, que não tem espaço para instalar o segundo HD? Posso ligar como HD externo por USB? Ou então botar as duas, origem e destino, como HDs 2 e 3 num PC? Obrigado e parabéns pelo tutorial.

  16. Sim José, num notebook o jeito é usar um adaptador (“case”) para ligar o HD novo como externo, clonar e então trocar.
    Ou ligar os dois (o HD do notebook e o novo) num desktop para fazer o processo.

  17. Obrigado pelas dicas.
    Ontem peguei uma situação curiosa. Ia apenas fazer um merge entre duas partições de um W7, mas por segurança resolvi antes clonar o disco. Ao fazer isso, a HD passou no teste do diskcheck, marquei o destino e fui para o apply e reboot. Porem ao começar a copia apareceu uma mensagem sobre uma das partições de origem não ter sido encontrada e o processo todo abortou. Acredito que seja um W7 pirata com uma partição falsa/fantasma. Fiquei mais convencido disso ao tentar então copiar apenas a partição C: , pois nesse caso a analise pelo chkdsk dessa partição isoladamente apresentou erro na etapa 2, de índices. Acho que isso mostra que esse erro é exatamente onde está apontando para a tal partição falsa…
    O que sabe sobre isso? Sabe se posso tentar ao menos redimensionar o C: fazendo o merge com uma segunda partição que lá já existe e está vazia? Ou corro o risco de ao fazer isso alterar a tabela de partições e acabar sumindo com essa tal falsa e comprometer todo o W7 do sujeito? Talvez a merge de duas partições normais de dados não chegue a alterar mais nada na tabela sobre as outras partições de sistema e dê tudo certo, ou não… Help!

  18. Rafael de Almeida on 21 de July de 2013 at 17:46 said:

    Cara, a unica coisa que achei dificil, foi cometer algum erro, com seu tutorial.
    Parabens, muito bem feito, para mim, funcionou perfeitamente, de primeira.

    abraços e agradeço ao bom trabalho executado.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Post Navigation